Boas Férias !


Quando íamos a rir pela existência fora
Alegres como em Junho os bandos dos pardais?

E o nosso coração vestido de esplendor
Era um divino Abril radiante, onde as abelhas
Vinham sugar o mel na balsâmica em flor.
Que doiradas canções nossas bocas vermelhas
Não lançaram então perdidas pelo ar!…
Mil quimeras de glória e mil sonhos dispersos,
Canções feitas sem versos…

excerto de Recordam;se vocês do bom tempo d Outrora

Guerra Junqueiro

Lê-se melhor com o coração.