True heart, true gain.

Joana Lemos

Espírito de superação e generosidade à flor da pele

Se gosta de conhecer pessoas empáticas, de espírito livre e destemido, com tolerância e flexibilidade balanceada, apresentamos-lhe a Joana Lemos. E claro que está a pensar – que disparate, quem é que não conhece a Joana Lemos !?! -Sim, mas há quanto tempo deixou de seguir-lhe os passos ? De Princesa do Deserto nos anos 1990, quando Piloto Portuguesa todo o que venceu o Paris Dakar, a criadora e promotora de projetos solidários, desde o início da Pandemia, os seus sentidos continuam alerta para o que de mais premente é necessário fazer pelo outro.

Em Abril de 2020, Joana Lemos criou, organizou e promoveu a campanha #NeverGiveUp/#NuncaDesistir.

Em conjunto com a Missão Continente, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e a TVI, recolheu, em Abril, 150
toneladas de alimentos e quase €700.000 que reverteram na íntegra para o Banco
Alimentar e para a Cruz Vermelha Portuguesa, e em Novembro, consciente da enorme
responsabilidade individual e coletiva que o contexto exigia, a LAPS Foundation, da qual a Joana Lemos é Vice Presidente, voltou a organizar uma campanha solidária internacional – a #OurDuty –, lançada mundialmente no
jogo Portugal-França, disputado em Lisboa, e que conta com o apoio oficial da FIFA.

Além do donativo pessoal de Lapo Elkan, no valor de €150.000, Lapo Elkann e Joana
Lemos conseguiram donativos privados no valor de €70.000 – concedidos por Paula
Amorim, André Villas-Boas, Kiko Campos Costa –, além dos mais de €30.000 que ambos
recolheram num leilão solidário realizado no JNcQuoi Club, no qual foram licitados, entre
outros objetos, um relógio HUBLOT de colecionador e uma exclusiva coleção de óculos
assinada por Lapo Elkann, parceiro criativo de Cristiano Ronaldo na CR7 Eyewear.

Vivem-se tempos estranhos e incertos. Em todo o mundo a Pandemia arruinou famílias, destruiu sonhos, resgatou dificuldades e abalou a segurança de todos. Agora e sem saber ao certo como será o futuro, é preciso restruturar, reconstruir, aceitando essa incerteza, e acreditar no Poder do Agora, tal como escreveu Eckhart Tole.


Pode parecer desatualizado o que contámos acima, mas o humanismo e a solidariedade nunca desatualizam nem têm prazo de validade. E outras ações se seguiram e outras acontecerão nesta roda da boa vontade onde a Joana faz questão de estar e continuar com a determinação e coragem que a distingue.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.