Humanidades

É Natal !

Nesta época em que se festeja o Natal é sempre tempo de parar um pouco e refletir sobre a razão por que festejamos este dia.

Vem de trás, de outras culturas, de outros tempos, do novo ciclo lunar que se inicia com o solstício, vem do nascimento do Salvador dos cristãos, vem de muitas tradições.

Sempre como um elogio, uma homenagem, à regeneração através da dádiva, agradecendo a quem nos rodeia a importância da partilha, da cooperação, da ajuda mútua.

A família toma lugar de destaque, pois é quem está mais
perto. 

No entanto, da família faz parte o ADN idêntico e a escolha do coração.

E agradecemos, presenteando com algo que acreditamos vai trazer felicidade.

Com o desenvolvimento económico e em especial no modelo capitalista atual, os presentes passaram a ter um valor monetário, mas não deixam de ser a expressão desse sentimento de agradecimento e de partilha, de amor.

Não nos podemos esquecer o que é essencial e se festeja nesta quadra: a importância do amor e o renascer da esperança de com ele e por ele conseguirmos ser melhores, individual e coletivamente.

O Natal é a mais bonita das festas da humanidade, ao celebrar a importância do amor e de amar o outro, perto ou longe, de amar a vida.

Para mim, o Natal será sempre o meu pai, que não estando já comigo me encheu sempre de amor e me transmitiu a importância de saber amar o próximo como a mim própria.

Feliz e Santo Natal para todos

(dedicado às minhas irmãs Isabel e Cristina)

by Margarida Sá Costa