Truques de Mulher

Fala pouco, nunca alto, fala devagar e com cuidado, fala menos do teu coração do que gostarias, porque nunca sabes se tu, ou ele, te mentem. Mantém serenas as tuas palavras e nunca murmures o que queres dizer.

Mostra o que vales com o que dizes, sem nunca te comprometeres. Sê fria e fugidia com uma gota de chuva, bela e fresca como uma flor de manhã, sê quem sonhas e quem desejas, mas guarda os teus segredos na dispensa como um cesto de cerejas.

Fala pouco, nunca de ti, do teu passado e dos teus medos. Falas dos sonhos e dos desejos, mas cala os mais ousados e perfeitos. Não partilhes lágrimas nem tristezas, são coisas só tuas que assustam os homens. Nunca mostres medo de perder o teu amado, nunca lhe digas o quanto lhe queres.

Usa a sensatez como escudo, guarda a tristeza numa caixa. Não abuses da sinceridade nem te escondas na verdade. Segue sempre o teu caminho e não olhes para trás. Quem hesita cansa-se mais e esquece os seus objectivos. Sê dura com os outros na justa medida em que eles são duros contigo. E se sentires por perto a faca de uma traição, ataca primeiro o outro coração.

Nunca tenhas medo dos homens, mas lembra-te que eles podem ter medo de ti. Tenta ouvi-los quando não falam, deixa-lhes espaço para respirar. Não querias tudo de uma vez, nãos peças o que não te podem dar. Mostra calma e segurança, mas não vás dois passos à frente.

Aprende a ficar quieta quando o mundo te pede que te movas. Aprende a calar se queres que se calem. Aprende a ouvir nos gestos quem te quer bem quando te abraça, e quem te quer mal quando te beija.

Ouve a voz do teu coração, mas não deixes que ninguém mais ouvir. Lê muita poesia, mas evita os livros de auto-ajuda; eles só te vão dizer coisas que já sabes. Dorme muito e come bem, trata da tua pele como se fosse uma jóia e da tua alma como se fosse o teu coração. Nunca te esqueças de arrumar as gavetas das tuas memórias antes de deixar entrar alguém na tua vida.

Amor & ETC

por Margarida Rebelo Pinto

Fala pouco, devagar, fala pouco para ser ouvida. Fala de tudo e de nada, não te cales se fores interrompida. Fala do mundo e do tempo, pouco dos outros e nada de ti. Elogia quem te faz bem, afasta do teu caminho quem te quis fazer mal. Lembra-te que o orgulho tem mais força do que lágrimas e suspiros. Guardas as dores dentro do peito, ou transforma-as em risos. Sê sensata e delicada, tranquila e generosa. Sê discreta e calada, sê bonita e graciosa.

Caminha como quem plana, senta-se como uma princesa. Sai antes do tempo, para que nunca se cansem de ti. Volta quando não te esperam, fica apenas quando te pedem. Ri-te das piadas dos outros, mesmo que não tenham graça. Trata bem quem não conheces, desconfia de quem te quer bem de repente. Fica atenta aos sinais, nunca baixes a guarda; pede conselhos aos velhos, mas não faças o que eles dizem.

Fala baixo, mesmo quando é contigo e ninguém te pode ouvir. Fala com o teu coração, mas não esperes que ele te diga sempre o que queres ouvir.

E quando não souberes que caminho deves seguir, descansa por um momento e pede o que queres ver, ouvir e sentir. Vais ver que consegues, se o mundo te ouvir.

Margarida Rebelo Pinto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.