COMO POTENCIAR A RESILIÊNCIA

Nesta altura das nossas vidas é necessário mais do que tudo, sermos resilientes.

Nestes últimos dois meses tivemos que lidar com a adversidade, tivemos que encarar um confinamento forçado, o afastamento de familiares e amigos, tivemos que nos adaptar a uma nova realidade no trabalho e tivemos que superar todos estes desafios sob um pano de fundo de incertezas, de medo e de insegurança.

Este primeiro parágrafo é a definição da própria resiliência. E o que precisamos agora, mais do que nunca, é mesmo de um plano de resiliência.

O que é um plano de resiliência? e de que forma a ciência nos ajuda a comprovar que na realidade, ter um plano destes funciona?

Um plano de resiliência é um exercício preventivo que nos faz aumentar as hipóteses de lidar com os desafios que nos vão surgindo na vida, da melhor maneira possível, aproveitando o que são as nossas forças e as nossas experiências de vida.

Para este plano funcionar precisamos de duas coisas:

  • Pensar numa altura da nossa vida em que nos deparámos com um desafio enorme, um stress desmesurado, um problema, uma adversidade grande (pode ter sido uma altura em que fomos despedidos, um divórcio, um problema de saúde, uma escolha difícil…). Pensar nessa altura desta forma: quando foi? O que senti? Senti que não ía conseguir superar? Quanto tempo durou o mal-estar e a angústia? Como me sinto agora, quando penso nisso?
  • Papel e lápis (não há respostas certas ou erradas).

Responder a estas questões:

PROPÓSITO: qual foi o teu propósito (objetivo maior) que te manteve de pé durante essa adversidade?

APOIO: o que, ou quem, te deu mais apoio nessa altura? E de que forma te sentiste apoiada(o)?

TRANQUILIDADE: que estratégias utilizaste nessa altura para manter a calma? De que forma conseguiste controlar as tuas emoções? O que te ajudou?

RACIONALIZAR: o que racionalizaste para superar o problema? Em que é que acreditavas? Que tipo de solução encontraste?

SAÚDE: que hábitos saudáveis, se é que existiram, te ajudaram a superar essa altura? O sono, o exercício, a alimentação, a meditação? Que comportamentos de promoção da tua saúde, te ajudaram?

PERSISTÊNCIA: o que é que te ajudou a continuar, a ser persistente nessa altura? Qual era o teu mindset?

A ciência, em particular a psicologia positiva e a neurociência, comprova-nos que existem práticas que ajudam a aumentar esta capacidade de resiliência, e outras que, pelo contrário, só prejudicam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.