O segredo da vida boa

A possibilidade de uma vida boa existe para todos nós. Afinal, todos nós possuímos determinação para usarmos em nosso benefício e podemos, com alguns poucos passos, melhorar as oportunidades da nossa vida.

Mas, muitas vezes, ficamos perdidos  em intrincados caminhos que nos desviam do rumo ou, descobrimos o lugar mas não sabemos da chave que abre a porta, misturada que está, entre  tantas outras coisas que  só nos confundem.

“Reverse ageing for health”

Longevidade e bem estar

by Ana Matos

Ora para evitar que fiquem perdidos, tomem nota de algumas atitudes simples e bem direcionadas que podem ajudar a concretizar a vida que deseja e merece ter.

1 – Foco no presente

Esteja conectado, mantenha a atenção e o foco, evite distrações no tempo.

Não ocupe, portanto, sua mente com coisas do passado, não fique pensando no poderia ter sido e não foi.Pois não foi e agora pensar nisso  só vai desperdiçar  tempo e energia.

Faça uma lista das tarefas que tem de fazer durante o dia, a semana ou o mês. Tenha a lista à mão e ocupe a mente com essas coisas quando sente que já está sem foco.

2 – Aceite-se

Reconheça e aceite as suas qualidades e faça por as potenciar. Do mesmo modo, aceite também as suas falhas para poder corrigi-las, porque só pode modificar aquilo que reconhece.

Corrigir o que percebemos como falhas é importante para que nossas futuras escolhas se tornem melhores.

3 – Aceite a vida

Desista de querer controlar tudo! Isso é impossível, e só traz frustração e ansiedade.

Aceite que a natureza tem seu curso e as pessoas também, pois planear e orientar são diferentes de controlar e manipular.

4 – Agradeça

Mantenha a atenção nas coisas boas da vida, do seu dia a dia.

A gratidão expande o coração, alivia a tensão emocional, distrai os pensamentos de negatividade.

Agradecer é uma afirmação de que nos importamos e valorizamos o que é bom.

5 – Estabeleça a ligação consigo e com o mundo

Seja o seu melhor amigo, tenha compreensão, tolerância e paciência consigo.

Se está sempre a pensar que é culpado ou a julgar-se constantemente, está a abrir uma porta  para que os outros também lhe façam isso, o que vai acabar por minar a sua confiança e auto estima.

6 – Tenha calma, um passo de cada vez

 Tenha em mente que os hábitos antigos e enraizados são difíceis de mudar. Vai ter de persistir e nunca desistir.

Portanto, estabeleça um plano, permita-se a ter um tempo, onde não vai existir crítica,nem vai desistir quando encontrar dificuldades.

 É desta forma que consegue a determinação e coragem para avançar no caminho que o leva a vida que merece ter.

“Reverse ageing for health”

Ana Matos

Cocooning medicine

Medical Integrative Longevity practitioner