Afinal, quem se conhece?

Esta é a casa onde habita, seja o que for que está a desenrolar neste preciso momento …

Sendo que este preciso momento convida a sentir o que é estar na própria pele não é?

Algo que tantas vezes nos pedem para fazer com os outros ao hipoteticamente “colocarmo-nos na pele deles”.

Curioso como é tomado como garantido que obviamente por “vivermos connosco”,  sabemos o que é realmente, “viver connosco”. 

Mas como muitas vezes não damos espaço a como realmente estamos, sentimos ou somos, até podemos viver com esta vida para sempre, mas isso não quer dizer que a vivamos. 

Nem sempre esta pele assenta.

Em quantos momentos usamos a errada?