Tinha 15 anos quando me apaixonei pela primeira vez. Digo que me apaixonei, porque foi a primeira vez que me encantei por um rapaz e chorei por ele. Na verdade, não sei se foi mesmo paixão, mas lembro-me de ter sentido borboletas na barriga, de ter sofrido de insónias eContinuar a ler

A amizade entre os homens é um dado adquirido; a amizade entre as mulheres é um luxo raro e precioso; a amizade entre homens e mulheres é um bico de obra. Não é nem para todos os homens, nem para todas as mulheres, nem para todas as circunstâncias. Mas quandoContinuar a ler

Como vivemos o amor depois dos 40 anos? O que é que ainda estamos dispostos a fazer por nós e pelo outro? Até que ponto queremos ou conseguimos ceder tempo e espaço para construir uma relação? O que é que ainda conseguimos mudar em nós e o que podemos esperar que o outro mude?…
Margarida Rebelo Pinto

O amor que se ensina e se aprende em cada família, tem cores, matizes e padrões diferentes de qualquer outro. Às vezes podem existir semelhanças, o que facilita o entendimento.

do “Amor & Etc.”