Olhar feminista sobre as legislativas de 2019

Eliminação da violência masculina contra as mulheres e raparigas; economia feminista; participação das mulheres na tomada de decisão a par de uma consciência feminista do poder; apoio às organizações que promovem os direitos humanos das mulheres; e educação não sexista são temáticas essenciais à promoção da igualdade entre mulheres e homens.

No entanto, a violência doméstica raramente é contextualizada no continuum da violência masculina contra mulheres e raparigas. Alguns partidos reconhecem que a igualdade a nível económico não se restringe à desigualdade salarial, incluindo a pobreza, a melhoria das condições económicas, a valorização do trabalho do cuidado, a promoção da articulação entre trabalho e vida familiar e pessoal, e orçamentos sensíveis ao género; mas poucos avançam como medidas para promover a participação das mulheres na economia e na política.

A violência doméstica raramente é contextualizada no continuum da violência masculina contra mulheres e raparigas.

Estes e outros aspetos são analisados no Guia Feminista: Eleições Legislativas 2019. A 6 de outubro, a decisão cabe a cada um/a, o voto é de todas/os.

by Ana Sofia Fernandes

Presidente da Plataforma Portuguesa dos Direitos das Mulhereshttps://plataformamulheres.org.pt/

Vice-Presidente do Lobby Europeu das Mulheres

Written by 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.